terça-feira, janeiro 23, 2007

DEJAH THORIS


Tão cedo passa tudo quanto passa!Morre tão jovem ante os deuses quantoMorre! Tudo é tão pouco!Nada se sabe, tudo se imagina.Circunda-te de rosas, ama, bebeE cala. O mais é nada.

Olha com indulgência aqueles que se embriagam;os teus defeitos não são menores.Se queres paz e serenidade, lembra-teda dor de tantos outros, e te julgarás feliz.


Que o teu saber não humilhe o teu próximo.Cuidado, não deixes que a ira te domine.Se esperas a paz, sorri ao destino que te fere;não firas ninguém.


Busca a felicidade agora, não sabes de amanhã.Apanha um grande copo cheio de vinho,senta-te ao luar, e pensa:Talvez amanhã a lua me procure em vão.


Não procures muitos amigos, nem busques prolongara simpatia que alguém te inspirou;antes de apertares a mão que te estendem,considera se um dia ela não se erguerá contra ti.

3 comentários:

Erico disse...

Pode apagar, mas meus comentários estarão impressos à fogo em sua mente...

hugo disse...

Hugo Leonardo.
E aí Leno!
Tu tá mandando muito bem cara!
Tá trabalhando pros gringo ainda?
Eu já vendo quadros todo mês graças a Deus bicho.
Saiu até um trabalho meu em uma revista nacional de pintura.
Dá uma olhada no meu www.vibeflog.com/hlarte
Valeu cara.

Graça Batista disse...

Deixei o endereço do teu blog lá na página da Thiene. Ah! Também enviei esse endereço para aquela pessoa que eu pedi para vc enviar umas amostras.